Encerramento CF - Diocese do Porto

Amanhã dia 29 de Dezembro decorrerá o encerramento de um Convívio Fraterno da Diocese do Porto (em Avanca, perto de Aveiro).
Estamos a tentar organizar um grupo para irmos festejar com estes novos convivas a Ressurreição de Cristo nos seus corações. Porque, para nós, também será uma forma especial de festejarmos Natal esperamos pelo vosso email para combinarmos transportes!!
Até lá!

Partilha

Share/Bookmark

Um Feliz e Santo Natal!

Amiguinhos,
estes são os votos de toda a equipa coordenadora dos Convívios Fraternos de Lamego.
Que o menino Deus renasça (novamente) nos vossos corações para continuarem a ir pelo mundo mostrar a vossa herança!

Partilha

Share/Bookmark

Ídolos Conviva

Clica na imagem para ampliar ;).

Partilha

Share/Bookmark

Natal

Partilha

Share/Bookmark

Campanha de Natal pela PAV

Amiguinhos,

relançamos aqui no blog a categoria que reúne as inicativas que visam tornar o Natal uma verdadeira época de Amor e Fraternidade.

Começamos então com a
Campanha de Natal da Zon que é a favor do Ponto de Apoio à Vida!

Como poderão consultar aqui, foi-nos oferecido um número telefónico de valor acrescentado, disponível para todas as redes fixas e móveis entre o dia 30 de Novembro e o dia 6 de Janeiro.

Basta ligarem o número:
760 30 30 30 que custa €0,60 por minuto. Poderão ouvir a nossa mensagem de agradecimento e €0,48 serão oferecidos ao PAV.

Liguem e divulguem por todos os vossos amigos!

Juntem-se a nós e vamos fazer desta Campanha um grande presente do Menino Jesus para o PAV.

Ajudem-nos a cumprir a nossa Missão de O servirmos nas Mães que acolhemos!

Partilha

Share/Bookmark

Bento XVI presidiu este Sábado à celebração das primeiras Vésperas do I Domingo do Advento, considerando que o tempo litúrgico de preparação para o Natal é de alegria interiorizada.

A homilia do Papa concentrou-se no sentido da palavra “vinda” (em latim, “adventus”), contida no Leitura breve proclamada, extraída da I Carta aos Tessalonicenses, em que o apóstolo Paulo nos convida a preparar a “vinda de nosso Senhor Jesus Cristo”.

Classificando o Advento como “tempo da presença e da expectativa do eterno”, Bento XVI observou que precisamente por isso é, de modo especial, tempo de alegria.

O Papa fez notar que no mundo antigo, advento era o termo técnico para indicar a chegada de um funcionário, ou a visita de um rei ou imperador. Podia indicar também a vinda de uma divindade, que sai do escondimento para manifestar a sua potência, ou que é celebrada no culto. Usando esta palavra desde o início da historia da Igreja , os cristãos queriam substancialmente dizer: “Deus está aqui, não se retirou do mundo, não nos deixou sós. Embora não o possamos ver e tocar, como acontece com as realidades sensíveis, Ele está aqui e vem visitar-nos de múltiplos modos”.

Para Bento XVI, a expressão “advento” inclui também a ideia de “visita”, visita de Deus, que “entra na minha vida e quer dirigir-se a mim”.

“Outro elemento fundamental do Advento – observou ainda o Papa – é a espera, expectativa, que é ao mesmo tempo ‘esperança’. O Advento estimula-nos a captar o sentido do tempo e da história como ‘kairós’, como ocasião favorável para a nossa salvação”. “O homem, na sua vida, está permanentemente em expectativa, à espera: quando é criança, quer crescer; como adulto, tende à realização e ao sucesso; avançando na idade, aspira a um merecido repouso. Mas chega um momento em que descobre que esperou demasiado pouco de si mesmo; para além da profissão e da posição social, nada lhe resta para esperar”.

“A esperança marca o caminho da humanidade. Mas, para os cristãos, a esperança encontra-se animada por uma certeza: que o Senhor está presente no fluir da nossa vida, Ele acompanha-nos e um dia enxugará as nossas lágrimas. Um dia, não muito distante, tudo encontrará o seu cumprimento, no Reino de Deus, Reino de justiça e de paz”, prosseguiur.

Bento XVI convidou os fiéis a “viver intensamente o presente”, com os dons do Senhor que comporta, “projectados para o futuro, um futuro denso de esperança”. “Se Jesus está presente, já não existe qualquer momento privado de sentido, ou vazio. Se Ele está presente, podemos continuar a esperar mesmo quando os outros já não são capazes de nos ajudar, mesmo quando o presente se torna difícil, árduo”.

“O Advento – concluiu Bento XVI – é o tempo da presença e da expectativa do eterno. Precisamente por esta razão é, de modo particular, o tempo da alegria, de uma alegria interiorizada, que nenhum sofrimento pode anular. A alegria pelo facto de que Deus se fez menino. É esta alegria, invisivelmente presente em nós, que nos encoraja a caminhar confiantes”.

Partilha

Share/Bookmark

Nomeação de Monsenhores em Lamego

Neste Ano Sacerdotal, Bento XVI, nomeou Monsenhores cinco sacerdotes da Diocese de Lamego, anunciou D. Jacinto Botelho, bispo local. São eles Joaquim Dias Rebelo, Vigário Geral, com o título de Prelado de Honra de Sua Santidade; os três sacerdotes que há mais tempo exercem o ministério de párocos: arciprestes P. José do Nascimento Gomes, P. António Martins Teixeira e P. Cândido António Lemos Azevedo, com o título de Capelães de Sua Santidade; e o P. Henrique Paulo da Fonseca, Pároco de Horta do Douro, Numão e Pereiros, a celebrar as suas Bodas de Ouro Sacerdotais e responsável pela construção da Igreja Paroquial de Horta do Douro, também com o título de Capelão de Sua Santidade.

in agencia.ecclesia.pt

Partilha

Share/Bookmark

Fórum Convivas

Amigos, existe um novo espaço virtual dedicado a todos os que partilham a experiência de ter vivido um CF. É o Fórum Não Oficial dos Convívios Fraternos. Fomos contactados pelos responsáveis a pedirem autorização para usarem a nossa JukeBox =) e convidados para nos registarmos e participarmos.
Já te inscreveste? Não? Estás à espera de quê? Vamos lá fazer da Diocese de Lamego aquela com maior número de convivas registados. Toca a passar a palavra!
http://www.forumconvivas.com/

Partilha

Share/Bookmark

Casa Ser Criança

A Abraço está a reconstruir a Casa Ser Criança, e todos podem ajudar, através do envio de cabos eléctricos que já não são utilizados e que podem ser reciclados.

Que tipo de Cabos?
Todos; telefone, computador, etc;

Como ajudar?
Indo a uma estação dos CTT, pede uma embalagem solidária, coloca os cabos e selecciona a Abraço de entre as várias Instituições, e os CTT fazem-nos chegar a caixa gratuitamente;

OU

Indo a um Centro Comercial Dolce Vita, e colocando os Cabos nas Casas Depósito

A Abraço agradece!!!

Partilha

Share/Bookmark

Estandartes de Natal

«“Anuncio-vos hoje uma grande alegria que é para toda a gente!” (S. Lucas 2.10)

Esta notícia, diz-nos o Evangelho de S. Lucas, foi dada pelos anjos aos pastores no dia em que Jesus nasceu em Belém. Nenhum daqueles homens poderia suspeitar que naquela noite, no meio dos afazeres dos seus trabalhos, haviam de levantar os olhos ao céu para encontrarem Aquele que lhes era anunciado: “um Menino envolto em panos e deitado numa manjedoura.” Ficaram os pastores cheios de alegria e voltaram para o seu ganha-pão com uma esperança renovada que não deixaram de comunicar.
Dois mil anos depois, o convite para levantar os olhos e contemplar o Deus Menino continua, nos dias de hoje, a ser dirigido a todos os homens e mulheres. Esta iniciativa dos Estandartes de Natal procura aproximar o Menino do presépio daqueles que, com um simples levantar de olhos, se cruzarem com Ele nas varandas e janelas das nossas casas.
Nestes dias que nos encaminham para o Natal, as nossas famílias cristãs retomam o sentido verdadeiro desta quadra festiva: que o nascimento de Jesus e a sua presença no meio dos homens é a causa da nossa alegria. Por isso, a pensar em amigos e para amigos, surgiu esta ideia de partilhar com todos os que passarem diante das nossas casas que a razão da nossa esperança está nAquela vida acabada de nascer.
Uma vida nova vem sempre acompanhada duma expectativa marcada por um sinal de esperança. Este foi o conteúdo da mensagem dos anjos: que em qualquer realidade familiar ou profissional, quando Jesus se torna presente, tudo ganha um sentido que até então parecia desconhecido. Com os Estandartes de Natal apenas continuamos o anúncio, feito nestes moldes originais, de proclamar às gentes da nossa terra que nestas famílias a esperança e a razão da alegria já lhes entraram pela casa adentro, reveladas na pequenez de uma Vida.
Nunca um rosto e o sorriso de um menino acabado de nascer passam despercebidos a quem quer que seja. Por isso, nada melhor que mostrá-Lo a todos os que passam nas correrias deste tempo nas ruas onde moramos... Que alguns olhos parem quando fixarem os olhos pequeninos daquele Deus Menino. E que, quando no regresso à pressa de se chegar para onde se ia, aqueles primeiros olhos baixarem, permaneça o olhar do Menino que acalma e tranquiliza todo o coração.
Com os estandartes colocados em cada casa chegou o tempo de anunciar que esta alegria é para toda a gente...
Um Santo Natal!»
Pe. Hugo Santos
(Capelão da Universidade Católica Portuguesa)
Mais informações em: www.estandartesdenatal.org

Partilha

Share/Bookmark

Lutar ou não?

Não venci todas as vezes que lutei, mas perdi todas as vezes que não o fiz...

Partilha

Share/Bookmark

Não basta apagar o fogo!

Foto da frente de combate ao incêndio que devastou a Austrália... Um exemplo que nos deve fazer pensar em ultrapassar os nossos limites...

Partilha

Share/Bookmark

Filme "O 13º Dia"

Com uma duração de 85 minutos, o filme conta, pela voz da "Irmã Lúcia", as circunstâncias dos acontecimentos entre Maio a Outubro de 1917, fazendo referência às perseguições religiosas da I República e à I Guerra Mundial.

Segundo o realizador britânico Dominic Higgins, não terá sido fácil concretizar determinadas cenas como a própria aparição e a dança do "Milagre do sol", que ocorreu num dia muito chuvoso.

Segundo informações do reitor de Fátima, o padre Virgílio Antunes, o santuário não manifesta qualquer reservas à divulgação desta película, até porque o realizador é um crente convicto no milagre de Fátima.

Fonte:Rádio TSF

Trailer:

Partilha

Share/Bookmark

Andar em frente...

A vida é como andar de bicicleta. Para manter o equilíbrio temos que andar em frente...
Albert Einstein

Partilha

Share/Bookmark

Pensa outra vez!

Partilha

Share/Bookmark

Igreja em Lamego cria Gabinete de Imprensa

Diocese mantém presença regular na internet com um blogue, uma conta no Twitter e outra no Youtube
D. Jacinto Botelho, Bispo de Lamego, acaba de criar o Gabinete de Imprensa da Diocese de Lamego. No Decreto de constituição, pode ler-se que “são finalidades específicas do Gabinete de Imprensa: promover que as notícias sobre os acontecimentos da vida diocesana cheguem às agências de informação; coordenar e manter actualizada a informação sobre a Diocese disponibilizada na internet; e ser o órgão de contacto com os jornalistas que pretendam informações sobre a Diocese, as Paróquias ou outras instituições ligadas à Diocese”. O Cón. Armando dos Santos Ribeiro foi nomeado Director do Gabinete de Imprensa e será assessorado pelo Pe. Hermínio Manuel Lopes e o Pe. José Alfredo G. Patrício. O Gabinete de Imprensa funciona no Paço Episcopal da Diocese. Desta maneira, a Diocese de Lamego propõe-se a oferecer “um serviço eclesial de qualidade, que sirva de ponto de contacto entre jornalistas e meios de informação que tenham interesse nas actividades que a Diocese promove ao longo do ano”, refere comunicado enviado à Agência ECCLESIA pelo novo Gabinete.
Além da página oficial da Diocese (http://www.diocese-lamego.pt/), a Diocese mantém presença regular na internet com um blogue (http://www.lamego-diocese.blogspot.com/), com uma conta no Twitter (www.twitter.com/diocesedelamego) e com uma conta no Youtube (www.youtube.com/diocesedelamego).

Partilha

Share/Bookmark

Oportunidade


«Onde quer que haja um ser humano, aí há uma oportunidade de bem.»
Séneca (4aC -65 dC)

Partilha

Share/Bookmark

Padre Marcos estuda Música em Roma

Amigos, segue-se ainda esta notícia de outro Sacerdote da equipa dos CF de Lamego:


O Pe. Marcos encontra-se a frequentar um curso de especialização no Instituto Pontifício de Música Sacra, em Roma. Tem como colega o Padre João Carlos Morgado, natural de Castro Daire e ex-Vice-Reitor do Seminário de Lamego, que estuda História da Igreja na Universidade Gregoriana, residindo ambos no Pontifício Colégio Português.
Como se dirá Abreijos em Italiano? :-)

Partilha

Share/Bookmark

Cinco novos diáconos na Diocese

No próximo dia 4 de Outubro, domingo, pelas 16h, o Sr. D. Jacinto Botelho, Bispo de Lamego, ordenará 5 novos diáconos para a Igreja Diocesana, que serão o André Filipe Mendes Pereira, o António Jorge Gomes Giroto, o Bernardo Maria Furtado Mendonça Gago de Magalhães, o José Filipe Mendes Pereira e o Tiago André Bernardino Cardoso.

O André Pereira é natural de S. Joaninho, concelho de Castro Daire. O António Giroto é natural da povoação de Mós, freguesia de Parada de Ester, também do concelho de Castro Daire. O Bernardo Magalhães é natural de Cedofeita, cidade do Porto. O José Filipe Pereira é natural de Nespereira, concelho de Cinfães. O Tiago Cardoso é natural da freguesia da Sé, da Cidade de Lamego.

O retiro espiritual de preparação para a ordenação diaconal realizar-se-á entre os dias 27 de Setembro e 02 de Outubro, e está a cargo do recém nomeado Director Espiritual do Seminário Maior de Lamego, Pe. Fernando Albano Cardoso.

Esta ordenação terá lugar na véspera da Assembleia Geral do Clero de Lamego, que ocorrerá no Seminário Maior de Lamego, no dia 5 de Outubro, e terá início pelas 10.00h.

A Diocese de Lamego marca, desta maneira, o Ano Sacerdotal, convocado por Sua Santidade o Papa Bento XVI, por ocasião dos 150 anos da morte de S. João Maria Vianney.

Partilha

Share/Bookmark

Se nós desistirmos eles também vão desistir...

Partilha

Share/Bookmark

Perdoai...

«Perdoai sempre aos vossos inimigos – nada os irrita mais.»


Oscar Wilde (1854-1900)

Partilha

Share/Bookmark

Diocese de Lamego prepara novo ano pastoral

O novo ano pastoral da Diocese de Lamego será marcado por dois importantes acontecimentos: o Conselho de Arciprestes e a Assembleia Geral do Clero.
O Conselho de Arciprestes da Diocese de Lamego reunirá no dia 18 de Setembro, na Casa de S. José, em Lamego. O encontro terá início com a recitação da Hora Média, pelas 10h00. O Conselho será presidido pelo Sr. D. Jacinto Botelho, Bispo da Diocese que, a seguir à oração inicial, fará uma breve alocução. O encontro prolongar-se-á ao longo do dia e terminará a meio da tarde.
A Assembleia Diocesana do Clero decorrerá no dia 5 de Outubro, no Seminário Maior de Lamego. Esta Assembleia reunir-se-á pelo terceiro ano consecutivo. Terá início pelas 10h00 e nela serão abordados os temas que, oportunamente, serão enviados a todos os sacerdotes.
Um tema que será abordado nas duas reuniões, será o Ano Sacerdotal. Recorde-se que em Nota datada de 4 de Agosto, o Sr. D. Jacinto convidava todos os fiéis a "pedir intensamente pela santificação dos sacerdotes e pelas vocações sacerdotais."

Partilha

Share/Bookmark

Ordenação de D. Manuel Linda

Nota Informativa da Vigararia Geral de Vila Real sobre a ordenação de D. Manuel Linda

Ás 16 horas do dia 20 de Setembro, celebrar-se-á, na igreja de Nossa Senhora da Conceição, em Vila Real, a Ordenação Episcopal de D. Manuel da Silva Rodrigues Linda, como Bispo Auxiliar de Braga, até agora Reitor do Seminário de Vila Real.
Será Bispo Ordenante D. Joaquim Gonçalves, Bispo de Vila Real, e serão Co-ordenantes D. Jorge Ferreira da Costa Ortiga, Arcebispo Primaz de Braga, e D. Rino Passigato, Núncio Apostólico em Portugal.
Em algum dos Domingos anteriores, os Párocos deverão comunicar aos fiéis esta Ordenação, explicando a missão do Bispo na Igreja de Cristo, e pedindo-lhes a oração, como se faz diariamente na anáfora eucarística.
D. Manuel Linda é o 4º bispo saído do Clero diocesano nestes últimos 21 anos. É natural de Resende, Diocese de Lamego, tem 53 anos de idade e é o mais velho de uma família de três irmãos. Foi ordenado Presbítero no ano de 1981. Além da Licenciatura em Teologia, na Universidade Católica Portuguesa - Porto, tem ainda a Licenciatura em Humanidades (UCP - Braga), estudos eclesiásticos de segundo grau, em Roma, e o doutoramento em Teologia Moral na Universidad Comillas de Madrid, Espanha.

O Vigário-Geral, Pe. António de Castro Fontes in http://agencia.ecclesia.pt/

Partilha

Share/Bookmark

Está quase...

Estamos quase lá...

Com Ele...

Com tantos e tantos irmãos convivas...


Para uma grande Festa de Amor de Cristo!!

Partilha

Share/Bookmark

A piscina e a cruz!...


Conta-se que um excelente nadador tinha o costume de correr até a água e de molhar apenas o dedo grande do pé, antes de qualquer mergulho. Alguém intrigado com aquele comportamento, perguntou-lhe qual a razão daquele hábito?! O nadador sorriu e respondeu:


- Há alguns anos atrás eu era um professor de natação. Tinha os meus alunos e ensinava-os a nadar e a saltar do trampolim. Certa noite, eu não conseguia dormir, e fui até à piscina para nadar um pouco. Não acendi a luz, pois a lua brilhava através do teto de vidro do clube. Quando eu estava no trampolim, vi a minha sombra na parede da frente. Com os braços abertos, a minha imagem formava uma magnífica cruz. Em vez de saltar, fiquei ali parado, a contemplar a minha imagem. Nesse momento pensei na cruz de Jesus Cristo e no seu significado. Eu não era um cristão, mas em criança aprendi que Jesus tinha morrido para nos salvar, derramando o seu precioso sangue. Naquele momento, as palavras daquele ensinamento, vieram-me à mente e fizeram-me recordar o que eu tinha aprendido sobre a Morte de Jesus. Não sei quanto tempo fiquei ali parado com os braços estendidos. Finalmente desci do trampolim e fui até à escada para mergulhar na água. Desci a escada e os meus pés tocaram o piso duro e liso do fundo da piscina. Tinham esvaziado a piscina e eu não tinha percebido. Tremi todo, e senti um calafrio na espinha. Se eu tivesse saltado seria o meu último salto. Naquela noite a imagem da cruz na parede salvou a minha vida. Fiquei tão agradecido a Deus, que ajoelhei-me na beira da piscina, confessei os meus pecados e entreguei-me a Ele, consciente de que foi exactamente numa cruz que Jesus morreu para me salvar. Naquela noite fui salvo duas vezes e para nunca mais me esquecer, sempre que vou até à piscina molho o dedo do pé antes de saltar na água....


"Deus tem um plano na vida de cada um de nós e não adianta querermos apressar ou retardar as coisas pois tudo acontece no seu devido tempo..."


Partilhado por Nelson Alves (C.F. 972)

Partilha

Share/Bookmark

Fátima Conviva 2009

Vamos realizar a Peregrinação dos Convívios Fraternos a Fátima nos dias 5 e 6 de Setembro. O preço da viagem (autocarro) de 26 lugares é de 20 euros e a dormida em quarto individual, nos Dominicanos, é de 8 euros. O que faz um total de 28 euros.
A saída é de Lamego às 7h30.

Como estamos limitados ao numero de 26 gostaríamos que nos confirmassem por email, ou para o meu telm 918602293 / 964436728 até ao dia 30 de Agosto.

É um dos maiores encontros de jovens convivas a nível Nacional. Vem participar e conviver com outros convivas, e desta forma fazer uma grande festa à volta de Jesus Cristo.

Partilha

Share/Bookmark

A perfeição

«Alcançamos a perfeição, não quando não temos mais nada para acrescentar, mas quando já não há nada para tirar.»
Antoine de Saint-Exupéry (1900-44)

Partilha

Share/Bookmark

Chama une cidades solidárias

Festa da Solidariedade está marcada para 19 de Setembro em Viseu

A Chama da Solidariedade vai iniciar novo périplo apostada em mobilizar as populações e as Instituições Particulares de Solidariedade Social para a Festa da Solidariedade, marcada para o próximo dia 19 de Setembro, na cidade de Viseu.
De Barcelos vai sair a Chama, uma vez que em 2008 foi esta a cidade que acolheu a Festa, organizada localmente sob a chancela da CNIS – Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade.
O programa da Chama não está ainda completamente definido, mas é certo que sairá de Barcelos em direcção a Chaves no dia 15 de Setembro, chegará a Vila Real a 16, a Lamego dia 17 e a Viseu no dia 18. No dia 19 fará um percurso em Viseu até ao recinto da Festa.
João Carlos Dias, coordenador da iniciativa, explica ao jornal «Solidariedade» que a Chama não tem um significado específico, mas “permite encontrar muitos significados”.
“A sua passagem de mão em mão até ao local da Festa representa a união de esforços para alcançar um objectivo, que é a Solidariedade”. A passagem é organizada pelas IPSS locais, que em parceria com as autarquia e colectividades, organizam o percurso e envolvem a população.
A própria Chama gera “emoção nas pessoas”, assume o coordenador. Unindo as Festas da Solidariedade, “quem com ela se cruza, a recebe e a entrega a alguém, é conduzido por uma emoção que não esperava”.




Partilha

Share/Bookmark

Encontro Diocesano de Convivas 2009

Foi no Monte de Santa Helena (nos arrabaldes da cidade de Tarouca!) que este ano realizamos o Encontro Diocesano de Convivas. Marcaram presença, sobretudo, os que fizeram os últimos quatro convívios fraternos da diocese de Lamego (1000, 1026, 1052, 1092), mas também lá estavam um ou outro de convívios mais antigos, mostrando que são perseverantes!
Para além de 'matar saudades' de quem não víamos há muito, houve tempo para meditarmos no tema deste ano para o encontro nacional de convivas em Fátima: «Os Puros de Coração verão a Deus».

Ainda em Santa Helena fizemos um pic-nic no parque de merendas, onde alguns habitantes fizeram questão de partilhar connosco umas sardinhas assadas (e ficaram fãs dos nossos queridos Pe. Marcos e Pe. Zé Fernando!).
À tarde visitamos, uma de entre tantas arquitecturas religiosas românica e gótica existentes em Portugal: o Mosteiro de São João de Tarouca, Igreja conventual da ordem de Cister.
O nosso encontro terminou, como não podia deixar de ser, com a Eucaristia celebrada na Igreja de São Pedro em comunhão com a comunidade de Tarouca.
Foi bom rever os amigos, e sobretudo reavivar as nossas chamas.

Até ao próximo encontro, em Fátima.

Partilha

Share/Bookmark

Lamego tem presença na blogosfera, no Facebook e no Twitter

Interactividade descreve a diocese de Lamego. Com presença na Internet, através da página oficial da diocese, Lamego estendeu a sua ligação à blogosfera, ao Facebook e Twitter. Na página do blog é possível consultar as últimas notícias da vida ecclesial diocesana e ainda ter contacto com Seminários, paróquias, grupos de jovens, instituições, sacerdotes. A partir deste endereço pode-se também, aceder a outras ligações virtuais que Lamego dispõe. Também através da rede social Facebook a diocese de Lamego se faz presente. Neste ponto de encontro, conhecem-se outras pessoas que partilham Lamego e as últimas novidades. É também uma forma de descobrir afinidades e informações. Através do Twitter, Lamego chega instantaneamente às pessoas. Em qualquer lugar, na posse de um telemóvel, fica-se a saber das últimas informações da diocese. Notícias, homilias, agenda, actividades são alguns dos conteúdos disponibilizados.


agencia.ecclesia.pt

Partilha

Share/Bookmark

Dioceses dão indicações sobre a Gripe A

Orientações da Pastoral da Saúde divulgadas desde este fim-de-semana, para ajudar a travar a disseminação do vírus


Orientações da Pastoral da Saúde divulgadas desde este fim-de-semana, para ajudar a travar a disseminação do vírus
Os vigários gerais das Dioceses de Lamego e Viseu emitiram notas a respeito da Gripe A-H1N1, aplicando, em larga medida, as orientações da Pastoral da Saúde divulgadas na semana passada, com o intuito de travar a disseminação do vírus.

Em Lamego, a nota da vigararia geral considerou "oportuno prestar alguns esclarecimentos aos sacerdotes e aos demais fiéis da Diocese de Lamego", começando por pedir que se sigam "os conselhos que as autoridades sanitárias civis fornecem a todos os cidadãos, para a contenção da propagação da doença".

O documento esclarece que as orientações da Pastora da Saúde não são "qualquer tipo de imposição ou norma litúrgica", sublinhando que esta é uma oportunidade "para lembrar a todos os fiéis, quer comunguem na boca quer comunguem na mão, a forma correcta de o fazerem e o máximo respeito que nos deve merecer o Santíssimo Sacramento".

A nota defende que "importa respeitar as sugestões relativas à higiene das mãos e ao arejamento dos templos" e que "convém simplificar o rito da paz", neste caso "saudando apenas a pessoa que está do lado direito e a que está do lado esquerdo".

O vigário geral, Pe. Joaquim Dias Rebelo, assegura que "a autoridade eclesiástica acompanha de perto a situação da evolução da Gripe A, e, se for caso disso, posteriormente dará outras indicações concretas sobre o modo de proceder nas assembleias litúrgicas".

Preferir a comunhão nas mãos, reduzir o abraço da paz, purificar as mãos com soluções anti-sépticas, arejar as igrejas e manter as pias de água benta vazias são algumas das recomendações da Pastoral da Saúde para evitar a propagação da Gripe A. "Estamos interessados em colaborar com as medidas profilácticas", garantiu o bispo da Guarda, D. Manuel Felício, citado pelo "Terras da Beira".

Em Viseu, a Cúria Diocesana emitiu uma nota em que pede aos párocos que "avisem os fiéis sobre algumas cautelas a ter em conta, aquando da participação em celebrações litúrgicas", seguindo as orientações dadas pela Pastoral da Saúde.

Partilha

Share/Bookmark

Luz


Acredito no Cristianismo tal como acredito que o sol sobe no horizonte: não apenas porque o vejo, mas porque com a sua luz vejo tudo o resto


C. S. Lewis

Partilha

Share/Bookmark

Dois novos sacerdotes!

A Diocese de Lamego conta, a partir de dia 12 de Julho, com dois novos sacerdotes: Miguel Peixoto e Ponciano Santos foram ordenados presbíteros na Sé Catedral de Lamego, pelo Sr. D. Jacinto Botelho, Bispo da Diocese.Numa Catedral completamente cheia, com fiéis provenientes de Valença do Douro e Vila Nova de Foz Côa, terras natais dos novos sacerdotes, e de Resende e Quintela da Lapa, onde realizaram o seu estágio pastoral de preparação para o sacerdócio, foi na presença de cerca de sessenta sacerdotes que a Igreja de Lamego celebrou a alegria da ordenação sacerdotal.Na homilia, o Sr. D. Jacinto referiu a absoluta necessidade da oração na vida do sacerdote, chamado, não a ser servido, mas a servir com o próprio ministério todos os fiéis.O rito da ordenação sacerdotal foi intensamente vivido por todos aqueles que, com a sua amizade e oração acompanharam os novos sacerdotes.

Partilha

Share/Bookmark

10 novos padres

«10 novos padres foram ordenados este fim-de-semana em várias Dioceses do país, à imagem do que já acontecera no passado dia 28 de Junho. Na diocese do Porto foram ordenados cinco novos padres, dois nas de Lamego e de Viana do Castelo e um em Aveiro. Em finais do mês passado, os bispos das dioceses de Lisboa, Viseu, Guarda, Coimbra e Beja celebraram a ordenação do mesmo número de novos sacerdotes, que estão agora ao serviço das Igrejas locais. No fim-de-semana seguinte a diocese de Braga ordena mais sete sacerdotes. De acordo com os dados oficiais do Vaticano, referentes a 2007, Portugal tinha no final desse ano 3777 sacerdotes diocesanos e religiosos, o que representa uma quebra de cerca de 12% face aos 4237 padres existentes no final de 2000. "A confiança de um cristão ultrapassa os dados estatísticos e nem tudo são índices negativos", comentou à Lusa o padre Manuel Morujão, porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP).»

Partilha

Share/Bookmark

A Cruz...

Partilha

Share/Bookmark

ENCONTRO DIOCESANO

Amigos aproxima-se a passos largos o encontro de 25 de Julho!
É na Santa Helena, em Tarouca. Começa às 10h com acolhimento, segue-se uma caminhada de reflexão, almoço na serra (5€ para as despesas), visita a S. João de Tarouca e Eucaristia por voltas das 16h30.
É essencialmente um encontro de convívio e oportunidade para nos revermos e reacendermos a nossa chama.
Inscrevam-se, apareçam e, já sabem, passem a palavra pois juntos faremos uma chama muito mais forte!
As confirmações devem ser feitas para o Pe. Zé Fernando ou
Pe. Marcos (via e-mail ou telm) até às 22h de dia 23 de Julho.

Partilha

Share/Bookmark

«No passado dia 30 de Abril decorreu, na freguesia de Penude, a assinatura da consignação do novo Centro Social Paroquial que será construído no âmbito do programa PARES. A obra deverá estar concluída dentro de 720 dias.


O Presidente da Direcção, P.e. Adriano Monteiro Cardoso, salientou as dificuldades, só ultrapassadas pela conjugação do esforço de todos. Destacou ainda o papel da Autarquia, como parceira deste empreendimento, no apoio financeiro e na solução de diversos obstáculos.


A totalidade da empreitada atinge a soma de 1,65 milhões de Euros, não incluindo o equipamento, a realização dos projectos e fiscalização.


Segundo comunicado enviado à Agência ECCLESIA, através da Creche, Lar de Idosos, Centro de Dia e SAD, esta obra dará resposta a muitos dos problemas da comunidade – crianças e idosos, para além dos postos de trabalho a que muitas famílias podem ter acesso.»


in agencia.ecclesia.pt

Partilha

Share/Bookmark

A Caridade na Verdade

Nova encíclica papal divulgada hoje! Clicar aqui

A não perder esta mensagem da Sua Santidade Papa Bento XVI.

Partilha

Share/Bookmark


Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente para saberdes discernir, segundo a vontade de Deus, o que é bom, o que Lhe é agradável, o que é perfeito.

Rom 12

Partilha

Share/Bookmark

Be Brave...



Por vezes basta um simples gesto... Não sejamos indiferentes.

Partilha

Share/Bookmark

PRECE A NOSSA SENHORA

Pessoal, aqui está a música para o Fátima Conviva :). Letra e música, que tal? Não há desculpa para não decorar a música, tem de ficar na ponta da língua. Ainda por cima, vocês não saem aqui do blog, vão estar sempre ouvir, logo, vai ficar num instante no ouvido :).

PRECE A NOSSA SENHORA

OS PUROS DE CORAÇÂO

Dó+ Fá+ Sol+
Os puros de coração verão a Deus
Mi- Lá-
E cantarão o Seu Amor!
Fá+ Sol+ Dó+
Cantarão o Seu Amor! (bis)

Lá- Mi-
1. Os Convivas de Lamego
Fá+ Dó+
Te aclamam, ó Virgem Maria!
Lá- Mi-
Caminhando vão, sem medo,
Fá+ Re- Sol+
Porque és Tu refúgio e guia!

Partilha

Share/Bookmark

A busca de Deus é a busca da alegria.

Olá a todos os convivas 1092.

Então como tem sido esses dias no mundo real??? Pois, eu sei...custa, infelizmente.

Mas, todos juntos é tudo mais fácil, quero agradecer a todos os amigos que fiz... realmente são uns verdadeiros irmãos.

Força para estes dias, e lembrem-se de uma coisa...se há problemas na vida e dificuldades são para a gente os ultrapassar e vencer, pois à medida que vamos caminhando na vida e vencendo esses obstáculos vamos crescendo como pessoas e ganhando cada vez mais força para o dia a dia.

Atenção à vossa chama :) que nunca se apague...e se algum dia isso estiver para acontecer, nunca hesitem em "chatear"...façam-no sempre porque eu não me importo.

Como já alguém dizia anteriormente... ABREIJOS para todos os convivas :)

"A busca de Deus é a busca da alegria. O encontro com Deus é a própria alegria." (Santo Agostinho)


Sérgio Pinto (C.F. 1092)

Partilha

Share/Bookmark

Banco Alimentar

Partilha

Share/Bookmark

Festival Jota

Estás a marcar as tuas férias? Indeciso entre destinos e programas adequados ao orçamento que tens disponível? Aqui vai uma sugestão DIFERENTE e OUSADA. Que dizes de uma praia, 10 concertos, 15 fóruns e dezenas de workshops?
Chama-se FESTIVAL JOTA e promete ficar na história do teu verão 2009.
O FESTIVAL JOTA acontece este ano em Aveiro, na praia de São Jacinto, no último fim-de-semana de JULHO, dias 24, 25 e 26. O futuro pode começar aqui, no FESTIVAL JOTA 2009 numa atmosfera de ENCONTRO, FESTA, REFLEXÃO, PARTILHA, DEBATE E ORAÇÃO.
tu, tal como eu, podes ser um entre os Milhares de jovens que são esperados ao longo deste fim-de-semana. Três dias inesquecíveis marcados pela MÚSICA de mensagem cristã, pelas ARTES e por tantos assuntos que em pleno verão te vão saber a (a)mar.
Organização: Secretariado Diocesano Pastoral Juvenil e Vocacional de Aveiro (SDPJV) e do Departamento de Pastoral Juvenil da Guarda (DPJG).

Mais informações Festival Jota 2009
Site oficial: www.festivaljota.com
Email: festivaljota2009@gmail.com


Inscrições (só tens de copiar o link e colar na barra de navegação e abrir o documento):

Individual

http://cid-7d455ffcd1ddf4a3.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/FJ|_Inscri%C3%A7%C3%A3oIndividual.doc

Grupo
http://cid-7d455ffcd1ddf4a3.skydrive.live.com/self.aspx/.Public/FJ|_Inscri%C3%A7%C3%A3oGrupo.doc

Partilha

Share/Bookmark

“Sê Conviva da Paz e do Amor…”

Há experiências de vida que nos marcam imenso e falar e escrever sobre elas é uma tarefa bastante complicada. Por dois motivos: primeiro porque os outros dificilmente nos compreenderão (excepto se também viveram a mesma experiência); e depois porque nessas alturas não surgem as palavras certas para falar ou escrever sobre as situações. É mais fácil sentir!
No entanto, vou deixar-vos um cheirinho daquilo que sinto após ter feito o meu Convívio Fraterno, na Casa de São José, na cidade de Lamego, embora já saiba que quando terminar este texto ficarei com a sensação que não disse nada e que ficou muito, mas muito por dizer!
24 de Fevereiro de 2009. Acordo estranha, com um friozinho na barriga que é inexplicável, mas muito bom. Um NOVO dia está a começar: é o quarto dia. Vai ser um dia diferente e todos os dias que se seguem serão diferentes. E porquê? Porque (re)acendi uma chama dentro de mim. Sinto-O mais próximo. Não estou sozinha e Ele está a proteger-me dia e noite. Uma alegria imensa paira no ar. Estes sentimentos são o produto de três dias maravilhosos, os dias mais intensos da minha vida.
O Carnaval 2009 foi o melhor em 18 anos e simplesmente porque foi diferente… Não, não houve serpentinas ou confetis… Mas houve outras coisas muito melhores que também me fizeram rir… e chorar!
Quando me propuseram ir ao Convívio dei de imediato o meu Sim, na realidade sem pensar muito. Ao reflectir apercebi-me que seria um fim-de-semana em que iria estar longe de casa e o que me deixava mais reticente era o facto de no dia em que chegava do Convívio ter que ir embora, pois no dia seguinte já tinha aulas. Questões como “Será que vai valer a pena ir?” surgiram.
No dia 20 de Fevereiro à noite lá fui eu. Não me arrependo nada e aconselho qualquer pessoa a afastar-se do mundo durante três dias para fazer o Convívio, pois é realmente bom. 21, 22 e 23 de Fevereiro de 2009 foram dias magníficos!
Confesso que no primeiro dia desanimei um pouco e só pensava “Nunca mais é Segunda-Feira.”. Contudo, o segundo dia apagou todo e qualquer desânimo e, então, percebi porque me disseram para não tirar conclusões precipitadas no primeiro dia. Foi o dia mais marcante. Neste dia estive muito próxima de Deus, pude abrir-me com ele e isto fez-me sentir um enorme alívio e um bem-estar comigo e com os outros. Estava em sintonia com a vida!
O terceiro dia foi um misto de emoções. A alegria que Deus me tinha proporcionado misturou-se com a tristeza de vir embora e das despedidas e com a ideia que o Mundo lá fora continuava igual e eu teria que lidar com pessoas que não fizeram o Convívio e que por isso não sentem o mesmo que eu! Isto, é sem sombra de dúvida, um dos muitos obstáculos que temos que enfrentar no nosso quarto dia. Mas eu sei que não irei fechar a porta e que esta chama jamais se apagará dentro de mim…
Não podia deixar de referir-me às 53 pessoas que me acompanharam e que tal como eu se tornaram Convivas da Paz e do Amor e que de alguma forma contribuíram para que eu me sentisse como sinto. Não são amigos, mas muito mais do que isso: são irmãos! Deixo ainda um obrigado especial a toda a equipa que sempre nos apoiou e nos ajudou a ver a Luz de Cristo. Somos todos uma família grande e feliz!
Devo agradecer impreterivelmente ao meu pároco pelo convite que me fez para ir ao Convívio Fraterno. Sem esse convite e sem a ajuda de Deus estou certa que agora não me sentiria assim.
Que a luz de Cristo continue a brilhar intensamente no rosto de cada um!
Saudações Fraternas a todos os Convivas!

“…Vai pelo mundo mostrar a tua herança…”

Joana Elisa Moreira (Convívio Fraterno 1092)

Partilha

Share/Bookmark

Papa reza por Portugal

Bento XVI deixa mensagem por ocasião dos 50 anos do monumento ao Cristo Rei, pedindo país «fiel na fé católica» e «alegre no serviço público»
Bento XVI deixou este Domingo uma “súplica” ao Cristo Rei por Portugal, assinalando os 50 anos da inauguração do monumento, em Almada.
O Papa, que falava depois da recitação da oração mariana do Regina Coeli, na Praça de São Pedro pediu que o nosso país seja “fiel na fé católica, fértil na santidade, próspero na economia, justo na partilha da riqueza, fraterno no desenvolvimento, alegre no serviço público”.
“Quero saudar os cristãos de Portugal que neste dia se reúnem com todo o Episcopado para celebrar - sob a presidência do meu Enviado Especial, o Cardeal Dom José Saraiva Martins - o cinquentenário da inauguração do Santuário de Cristo Rei em Almada, na diocese de Setúbal”, disse, no Vaticano.
Para Bento XVI, “lá erguido bem alto, bem visível, o Redentor divino com o coração e os braços abertos é oferta de paz à humanidade”.
“Bem o sabe o povo português que, há cinquenta anos, se uniu para levantar aquele memorial da paz, por graça recebida em atenção à sua consagração ao Imaculado Coração de Maria”, acrescentou.
Em conclusão, o Papa exortou “a perseverar na referida consagração à Virgem Mãe, que arrasta os corações, como ninguém mais sabe fazer, e lança-os nos braços da misericórdia do Senhor”.
Bento XVI abordou, neste encontro com os peregrinos, a sua recente viagem à Terra Santa e a situação no Sri Lanka.
Esta tarde, o Papa marca presença na celebração aniversária no Santuário de Cristo Rei, através de um enviado extraordinário. Na carta de nomeação do Cardeal Saraiva Martins como seu enviado, Bento XVI confiava-lhe a tarefa de "exortar os presentes a manifestarem com renovado vigor e emprenho na oração, na meditação e na dedicação às necessidades espirituais, o particular amor pelo Evangelho e a exprimirem o zelo na fé no quotidiano da vida".
"Perante as autoridades civis, ilustrais a importância da Igreja na história de Portugal e a sua solicitude para o desenvolvimento e o bem de toda a Nação", escreveu o Papa.

in agencia.ecclesia.pt

Partilha

Share/Bookmark

XXIV Jornada Diocesana da Juventude


Amiguinhos não se esqueçam desta nova oportunidade de reacender a chama.
Abraços fraternos.

Partilha

Share/Bookmark

Sondagem

Amiguinhos, existe uma nova sondagem (na coluna central).
Contamos com a vossa participação para saber como é que o blog vos ajuda a manter a chama acesa... Entre os testemunhos dos convivas, vivências de quarto-dia, as fotos de várias actividades, enfim, entre tudo o que existe neste nosso cantinho....
Vota!
E até Junho!! (que é quando termina a sondagem e vemos os resultados)

Partilha

Share/Bookmark

O único dom

«Deus nunca dá nada. Falamos muitas vezes dos dons de Deus mas, se pensarmos bem, vemos que Deus nada dá. Deus empresta sempre.

O maior dom de Deus é a nossa vida, que poderemos gozar durante alguns anos, mas que no fim temos de devolver ao dono e ficar sem ela. Isto, qualquer que seja a forma como o consideremos, nunca pode ser chamada uma dádiva, mas um empréstimo. O nosso corpo, inteligência, dotes naturais, tudo isso vai tendo de ser entregue.

Consideramos com pena alguns idosos, que foram pessoas extraordinárias, e agora se encontram muito limitados, porque foram devolvendo o que eram a quem lho deu. A natureza, o mundo, a beleza, a riqueza, a paz, todas as coisas que Deus dá, acabamos por deixar.

A razão disto é evidente: nós estragamos aquilo que Deus nos dá. Fomos feitos livres e usamos mal essa liberdade. Se Deus não exigisse os seus dons de volta, tudo seria destruído. Até aquelas coisas que Deus tinha previsto dar-nos para sempre, como a nossa liberdade e a nossa alma eternas, até essas perdemos definitivamente pelo pecado. Por isso, em todo o universo há apenas uma coisa que Ele nos deu definitivamente.

Deus emprestou-nos a coisa mais preciosa que tinha, o Seu Filho. E nós, como a tudo o resto, estragámo-lo. Mas o Pai ressuscitou o Verbo encarnado e deu-no-lo de novo, desta vez de uma forma que não podemos estragar. Agora temos Cristo connosco para sempre. E com Ele recebemos todos os outros dons que perdêramos, a vida, a liberdade, a alma, a felicidade.»


João César das Neves

Partilha

Share/Bookmark

Olá amigos Convivas!

Bem, passei por aqui para deixar o meu testemunho, sobre o que foi para mim o convívio fraterno 1092, e tudo o que ele envolveu e representou para mim!
Na sexta lá fui eu cheio de medo, para o convívio. Quando falo cheio, é mesmo no verdadeiro sentido da palavra! Estava extremamente ansioso, com muitos nervos, mas para isso tudo levava comigo uma mochila carregada de chocolates! (pensamento bioquímico!!!!)
Bem mas depois de chegar lá, e de uns dolorosos primeiros 5-10 min, as coisas foram acalmando. Quando fui para a cama nessa noite, já fui a rir, desconfiado mas a rir....
Os restantes dias, acho que deu para perceber como correram.(Censura, não se esqueçam..) Não tenho palavras mesmo para descrever aquilo que se passou lá, e melhor aquilo que eu senti, foi algo mesmo BOM! Como disse no meu testemunho na segunda à noite: “... senti MESMO Cristo e o seu enorme abraço a envolver-me!!”
Naquela caminhada de 3 dias, encontrei me de novo, não andava totalmente perdido, mas também não andava no caminho certo, acho que tinha feito um pequeno desvio por um atalho e não tinha sido o atalho correcto, voltei a encontrar o verdadeiro e único caminho!
Mas como tudo o que é bom acaba depressa, tenho a noção que estes 3 dias passaram mesmo a voar (as coisas boas duram apenas o tempo necessário para se tornarem inesquecíveis!). Sinto que estes 3 dias fizeram de mim uma pessoa diferente, Ele ajudou-me a olhar para as coisas de uma maneira diferente! Encontrei n’Ele um verdadeiro e grande AMIGO! Um amigo sempre presente, e que afinal não lhe tenho dado o valor que Ele realmente merece! Aprendi tanta coisa! Sinto-me tão cheio, sinto-me como “taça toda a transbordar”, mesmo FELIZ!
Obrigado por isso Amiguinho!
Obrigado a toda e minha nova família, a todos estes novos amigos que eu ganhei!
Agora que o convívio acabou tenho a certeza de duas coisas:
1- Não consigo viver sem Ele;
2- Sou apenas um aprendiz de Viajante!!!!
P.S. – Passei o primeiro quarto dia a pensar, a “navegar”, a cantar, a chorar de saudades e de alegria por Te ter verdadeiramente descoberto!

Beijos e Abraços!!!
Rui Oliveira, C.F. 1092

Partilha

Share/Bookmark

Desigualdades (Alanis Morissette)

Fala das desigualdades que nos rodeiam, mas chama-se "Offer" (s. oferta, oferecimento; acção de oferecer, aquilo que se oferece).

Partilha

Share/Bookmark

S. Nuno Álvares Pereira

Com a Praça de S. Pedro no Vaticano completamente cheia foram canonizados esta manhã (26 de Abril) Arcangelo Tadini, Bernardo Tolomei, Gertrude (Caterina) Comensoli, Caterina Volpicelli e Nuno Santa Maria.
Depois da apresentação de uma breve biografia dos novos santos pelo Prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, D. Angelo Amato, acompanhado pelos postuladores das causas, pediu que os cinco beatos sejam inscritos no “álbum dos Santos” e “como tal sejam invocados por todos os cristãos”. Após a ladainha, Bento XVI canonizou os cinco beatos.
Na fórmula de canonização, o Papa disse: “declaramos e definimos como Santos os Beatos Arcangelo Tadini, Bernardo Tolomei, Nuno de Santa Maria Álvares Pereira, Geltrude Comensoli e Caterina Volpicelli, e inscrevemo-los no Álbum dos Santos e estabelecemos que em toda a Igreja eles sejam devotamente honrados entre os Santos”.

Os novos santos:
Arcangelo Tadini, sacerdote italiano, nasceu em Verolanuova, Brescia, a 12 de Outubro de 1846. Em 1864 entrou para o seminário de Brescia e em 1870 foi ordenado sacerdote. Em 1900, Tadini fundou a Congregação das Irmãs Operárias da Santa Casa de Nazaré. A elas confia o exemplo da Sagrada Família, que no silêncio e no escondimento trabalharam e viveram com humildade e simplicidade. Faleceu em 1912.
Bernardo Tolomei nasceu em Sena, s 10 de Maio de 1272, foi educado pelos Padres Pregadores e promovido a Cavaleiro do Imperador de Augsburgo. Retirou-se na solidão, junto com alguns companheiros, levando uma vida de eremita, mediante profissão monacal. Fundou, assim, o Mosteiro de “Monte Oliveto”, onde faleceu em 1348.
Gertrudes Comensoli nasceu em Val Camonica, Brescia, a 18 de Janeiro de 1847. Desde jovem tornou apóstola da Eucaristia. Por isso, com algumas companheiras, a 15 de Dezembro de 1882, instituiu a Congregação das Irmãs Sacramentinas de Bergamo, para a adoração de Jesus na Eucaristia. Faleceu na Casa por ela fundada, no dia 9 de Agosto de 1926.
Catarina Volpicelli nasceu em Nápoles, a 21 de Janeiro de 1839. Com as suas primeiras zeladoras, fundou as Servas do Sagrado Coração, a 1 de Julho de 1874, abertas a todos, sempre ao serviço da Igreja, dos últimos, dos sofredores e da juventude. Mandou construir o Santuário dedicado ao Coração de Jesus, ao lado da Casa Geral, para a adoração permanente pelo sustento da Igreja. Morreu em Nápoles a 28 de Dezembro de 1894.
Nuno de Santa Maria
Espírito contemplativo
Nuno Álvares Pereira, depois de ser religioso, estreitou mais o trato e familiaridade com o Senhor, porque então vivia no retiro, conveniente para poder sem estorvo empregar todas as potências da alma no Senhor que contemplava.
Amor à Eucaristia
«Esta a resposta que o Nuno costumava dar aos que notavam a sua frequência à mesa Eucarística: Que se alguém o quisesse ver vencido, pretendesse afastá-lo daquela Sagrada mesa em que Deus se dá em manjar aos homens, porque dela lhe resultava todo o esforço e fortaleza com que vencia e debelava seus contrários» (Papa Bento XV).
Devoção a Nossa Senhora
Nuno orava à Virgem Maria Senhora Nossa. Ao entrar no Convento de Nossa Senhora do Carmo, que mandou edificar, despojou-se de todos os títulos escolhendo para si o nome de «Frei Nuno de Santa Maria».
Pobreza, humildade e caridade
Nuno, o homem mais rico de Portugal, por amor de Deus fez-se pobre, inteiramente pobre. Distribuiu todos os seus bens pela Igreja, pelos pobres, pela família e pelos antigos companheiros de armas.
Despojado de tudo pede por caridade. Só por ordem do Rei é que deixou de andar pelas ruas a pedir esmola para os pobres. Do que o Rei lhe mandava para seu sustento, distribuía tudo o que podia pelos pobres, socorrendo e assistindo na agonia os moribundos. Mais caritativo era para com o seu próximo quando havia oportunidade de o socorrer nas enfermidades. Assistia os pobres nas doenças, não só com os alimentos necessários, mas com as ofertas que lhes dava.

in o-povo.blogspot.com

Partilha

Share/Bookmark

Dois meses depois...

21 Abril 2009

Estou deslocado no tempo, por um lado parece que o meu convívio fraterno foi ontem, a minha chama e a minha alegria de viver estão em alta, por outro as saudades e a falta que sinto daqueles 3 dias apertam como se já muitos anos tivessem passado desde então. Mas a verdade é que foi á dois meses. Dois meses, completamente novos na minha vida. Dois meses de uma vida que começou a viver o amor mais intensamente. Dois meses de alguém cujo os olhos foram abertos a novos horizontes. Comecei então a sentir-me cheio e preenchido, a sentir-me amado em cada momento, comecei a perceber Deus ate nas mais pequenas coisas, e Deus como meu bom amigo sempre esteve do meu lado.
«Seremos isqueiros uns dos outros, manteremos a nossa chama acesa e sempre que ela fraquejar ou ameaçar apagar-se, como isqueiros que somos temos a função conviva de reacende-la novamente» foi este o pequeno compromisso conviva que assumimos uns com os outros e é assim que as coisas devem ser… Na verdade o mundo não acabou, as pessoas não mudaram e nós continuamos a viver na mesma realidade de antes, embora agora a possamos ver com outros olhos já alguém dizia “se todas as pessoas do mundo tivessem oportunidade de viver o convívio fraterno o mundo seria um lugar bem melhor” (concordo plenamente).
É preciso que o amor vença, e por isso temos o nosso exército reacendedor de chamas, e sempre que as coisas ficarem difíceis, sempre que o nosso coração sinta uma dúvida ou uma desmotivação lembrar de tudo o que aprendemos no nosso CF.
“O que é importante e nunca baixar os braços, afinal quem disse que o caminho para a felicidade era um caminho fácil?”
Bruno Santos (CF1092)

Partilha

Share/Bookmark

Não tenhas medo de rezar!

Não tenhas medo de rezar!

O teu coração reza mesmo que não queiras ou tenhas vergonha. Rezar é o coração dizer o que tem lá no fundo.


Rezar é escutar a verdade para além dos interesses e das conveniências.

Rezar é aceitar que não sou Deus... e que só um Deus de amor pode dar-me aquilo que tanto desejo e para que fui criado.



Vasco P. Magalhães in essejota.net

Partilha

Share/Bookmark

“Sê Conviva da Paz e do Amor…”

Há experiências de vida que nos marcam imenso e falar e escrever sobre elas é uma tarefa bastante complicada. Por dois motivos: primeiro porque os outros dificilmente nos compreenderão (excepto se também viveram a mesma experiência); e depois porque nessas alturas não surgem as palavras certas para falar ou escrever sobre as situações. É mais fácil sentir!
No entanto, vou deixar-vos um cheirinho daquilo que sinto após ter feito o meu Convívio Fraterno, na Casa de São José, na cidade de Lamego, embora já saiba que quando terminar este texto ficarei com a sensação que não disse nada e que ficou muito, mas muito por dizer!
24 de Fevereiro de 2009. Acordo estranha, com um friozinho na barriga que é inexplicável, mas muito bom. Um NOVO dia está a começar: é o quarto dia. Vai ser um dia diferente e todos os dias que se seguem serão diferentes. E porquê? Porque (re)acendi uma chama dentro de mim. Sinto-O mais próximo. Não estou sozinha e Ele está a proteger-me dia e noite. Uma alegria imensa paira no ar. Estes sentimentos são o produto de três dias maravilhosos, os dias mais intensos da minha vida.
O Carnaval 2009 foi o melhor em 18 anos e simplesmente porque foi diferente… Não, não houve serpentinas ou confetis… Mas houve outras coisas muito melhores que também me fizeram rir… e chorar!
Quando me propuseram ir ao Convívio dei de imediato o meu Sim, na realidade sem pensar muito. Ao reflectir apercebi-me que seria um fim-de-semana em que iria estar longe de casa e o que me deixava mais reticente era o facto de no dia em que chegava do Convívio ter que ir embora, pois no dia seguinte já tinha aulas. Questões como “Será que vai valer a pena ir?” surgiram.
No dia 20 de Fevereiro à noite lá fui eu. Não me arrependo nada e aconselho qualquer pessoa a afastar-se do mundo durante três dias para fazer o Convívio, pois é realmente bom. 21, 22 e 23 de Fevereiro de 2009 foram dias magníficos!
Confesso que no primeiro dia desanimei um pouco e só pensava “Nunca mais é Segunda-Feira.”. Contudo, o segundo dia apagou todo e qualquer desânimo e, então, percebi porque me disseram para não tirar conclusões precipitadas no primeiro dia. Foi o dia mais marcante. Neste dia estive muito próxima de Deus, pude abrir-me com ele e isto fez-me sentir um enorme alívio e um bem-estar comigo e com os outros. Estava em sintonia com a vida!
O terceiro dia foi um misto de emoções. A alegria que Deus me tinha proporcionado misturou-se com a tristeza de vir embora e das despedidas e com a ideia que o Mundo lá fora continuava igual e eu teria que lidar com pessoas que não fizeram o Convívio e que por isso não sentem o mesmo que eu! Isto, é sem sombra de dúvida, um dos muitos obstáculos que temos que enfrentar no nosso quarto dia. Mas eu sei que não irei fechar a porta e que esta chama jamais se apagará dentro de mim…
Não podia deixar de referir-me às 53 pessoas que me acompanharam e que tal como eu se tornaram Convivas da Paz e do Amor e que de alguma forma contribuíram para que eu me sentisse como sinto. Não são amigos, mas muito mais do que isso: são irmãos! Deixo ainda um obrigado especial a toda a equipa que sempre nos apoiou e nos ajudou a ver a Luz de Cristo. Somos todos uma família grande e feliz!
Devo agradecer impreterivelmente ao meu pároco pelo convite que me fez para ir ao Convívio Fraterno. Sem esse convite e sem a ajuda de Deus estou certa que agora não me sentiria assim.
Ansiedade. O espírito conviva chama pelo dia 21. Pois é, no dia 21 de Março de 2009 voltaremos a reunir-nos na Casa de São José para fazermos um balanço deste quarto dia. Será o nosso primeiro pós-convívio e, por isso o grande reencontro dos Convivas 1092.
Que a luz de Cristo continue a brilhar intensamente no rosto de cada um!
Saudações Fraternas a todos os Convivas!

“…Vai pelo mundo mostrar a tua herança…”

Joana Elisa Moreira (Convívio Fraterno 1092)

Partilha

Share/Bookmark

Declaração de Solidariedade com o Santo Padre

«Queridos amigos!
Movidos pelos ataques irresponsáveis dos meios de comunicação social ao Papa Bento XVI que começaram com a sua viagem apostólica a África, sentimo-nos obrigados a manifestar a nossa solidariedade com o Santo Padre e os seus ensinamentos.
Não podemos admitir a continuação destas ofensas à pessoa do Papa Bento XVI e ao ensinamento Católico sobre a transmissão da vida humana.
Esta acção teve origem na Áustria em alemão por iniciativa do Portal Kath.net. Estamos em contacto directo com eles.
Nós juntámo-nos a este grande website iniciando as versões em língua polaca e inglesa e em breve juntaremos outras línguas. Uma hiperligação para a versão em língua alemã conduz ao site austríaco original.
A lista das pessoas que assinarem a “Declaração de solidariedade com o Santo Padre” será apresentada ao Papa Bento XVI no dia 20 de Maio.
Animamo-lo a dar o seu apoio pessoal em http://www.yes-for-benedict.eu/
Ewa Kowalewska Friends of Human Life ClubHuman Life International – Poland
Às 9:55 de 14 de Abril, havia 689 assinantes em língua portuguesa»

Partilha

Share/Bookmark

Páscoa



Acho que diz tudo. Continuação de uma Santa Páscoa.

Partilha

Share/Bookmark

Domingo de Páscoa

O Domingo de Páscoa, ou a Vigília Pascal, é o dia em que até mesmo a mais pobre igreja se reveste com seus melhores ornamentos, é o ápice do ano litúrgico. É o aniversário do triunfo de Cristo. É a feliz conclusão do drama da Paixão e a alegria imensa depois da dor. E uma dor e alegria que se fundem pois se referem na história ao acontecimento mais importante da humanidade: a redenção e libertação do pecado da humanidade pelo Filho de Deus.

A festa da Páscoa é, antes de tudo, a representação do acontecimento chave da humanidade, a Ressurreição de Jesus depois de sua morte consentida por Ele para o resgate e a reabilitação do homem caído.
Páscoa é vitória, é o homem chamado à sua maior dignidade. Como não se alegrar pela vitória d'Aquele que tão injustamente foi condenado à paixão mais terrível e à morte de cruz?, pela vitória d'Aquele que anteriormente foi flagelado, esbofeteado, cuspido, com tanta desumana crueldade.

Este é o dia da esperança universal, o dia em que em torno ao ressuscitado, unem-se e se associam todos os sofrimentos humanos, as desolusões, as humilhações, as cruzes, a dignidade humana violada, a vida humana não respeitada. A Ressurreição nos revela a nossa vocação cristã e nossa missão: aproximá-la a todos os homens.

Creio na Ressurreição?, a proclamo?; creio em minha vocação e missão cristã, a vivo?; creio na ressurreição futura? , é alento para esta vida?, são perguntas que devem ser feitas.
A mensagem redentora da Páscoa não é outra coisa que a purificação total do homem, a libertação de seus egoísmos, de sua sensualidade, de seus complexos.

São Paulo o expressou com incontida emoção neste texto: " Se ressuscitastes com Cristo, então vos manifestareis gloriosos com Ele".

in Mensagensvirtuais.com.pt

Partilha

Share/Bookmark

Caminhada....

«Queremos ir ao Céu, mas não queremos ir por onde se vai para o Céu.»

Padre António Vieira
(1608-1697)

Partilha

Share/Bookmark

Pós Convívio Fraterno 1092

O Convívio Fraterno fez-nos sentir cheios de esperança, sonhos e Amor. O facto, é que no mundo exterior deparamo-nos com a mesma realidade de sempre... apesar da nossa felicidade, o mundo continuava triste, sem Deus! E é então que lentamente começamos a tentar melhorar os nossos dias. Apesar de todas as incompreensões, por parte dos nossos conhecidos (e também curiosidade pela nossa estranha felicidade), apesar de todos os obstáculos, procuramos dar a conhecer aos outros o Amor de Deus com os nossos actos, as nossas conversas, os nossos sentimentos e como Ele dizia, vivendo o seu Mandamento “Amai-vos uns aos outros como Eu vos amei”. Depois desta a caminhada de três dias de convívio, o nosso regresso ao mundo foi difícil!

Apesar de todas as boas intenções, vivemos num mundo que não pára, um mundo onde não temos tempo para o silêncio, para podermos ouvir a voz de Deus, e a nossa fé acaba por se ressentir. Por isso, é que o Pós- convívio é tão importante para, em comunhão, ouvirmos a Palavra de Deus e renascermos em Cristo.

No dia 21 de Março, dia do Pós – Convívio 1092, fomos chegando aos poucos, com um enorme sorriso pelo retorno à família conviva, com a ânsia de rever todas as pessoas que passaram a ser tão importantes para nós, e dar e receber um pouco mais de alegria e amor. Nos Convívios Fraternos somos isqueiros uns dos outros, porque precisamos uns dos outros para conseguir manter a nossa chama acesa e para ajudarmos a acender ou reacender outras, com esperança de que um dia todas as chamas façam com que o mundo brilhe mais que o Sol.

Neste encontro fortalecemos a nossa Fé, ao aprofundarmos a essência e significado do Sacramento do Baptismo na nossa vida. Sentimo-nos mais comprometidos em igreja e com o mundo, e como S. Paulo disponíveis para Evangelizar todos os que nos rodeiam pelo nosso testemunho.

Aqui, fica uma pequena parte da letra da música que a todos tocou nestes dias:

“E se algum dia me esquecer de Ti
E se algum dia me esquecer de nós
Vem procurar-me onde eu estiver
Não penses que eu sei ser sem Ti
Sou apenas um aprendiz de viajante.”

Inês Gregório, CF 1092

Partilha

Share/Bookmark

Festival da Canção


Amigos terá lugar dia 18 de Abril em Lamego (Teatro Ribeiro Conceição) o Festival Jovem da Canção Religiosa.
Marquem nas agendas ;-) e vemo-nos lá!!

Partilha

Share/Bookmark

Vida

Na vida nascemos, crescemos e morremos,
Passamos momentos difíceis de viver.
Choramos, meditamos e sonhamos,
Em horizontes que pensamos impossíveis de vencer.
Mas nada é impossível,
Basta abrires o teu coração,
Ao amor, a felicidade...
Fazeres o bem, e caminhares na verdade.

Mas nem sempre a vida é fácil de viver,
Fácil de vencer...
Terás caminhos desconhecidos,
Em que terás de escolher,
E saber qual é o certo e o errado.
Terás barreiras impostas pela vida, no teu caminho,
Em que tu terás que ultrapassar,
Para percorrer um caminho, uma vida,
Segura, sem medos e sem receios,
Com tudo de bom para amar.

Mas verás que tudo será mais fácil,
Se abrires o teu coração,
Se nunca baixares os braços,
Se nunca disseres não ao amor, a felicidade,
Se seguires o caminho certo,
E caminhares seguro de ti mesmo.

Agora a tua vida, depende de ti,
Se seguires o caminho certo, vencerás,
Se seguires o caminho errado,
Nunca conseguirás,
Em atingir o horizonte que pensas-te em avistar.

Um conselho....
Estende a mão a Jesus,
Abre-lhe o teu coração,
Segue com Ele lado a lado, na tua vida,
te sentirás só e perdido na solidão.

Sylvie Fonseca (C.F. 1092)

Partilha

Share/Bookmark

10 Anos do Dia Mundial da Criança não Nascida

“Silêncio! Todo o Universo está ali – dentro de um berço!”


Celebra-se hoje o 10º dia Mundial da Criança Não Nascida, o dia de sensibilização do homem para a verdade da menina por nascer, a menina que acorda e dorme, brinca e se angustia, ouve e vê, bebe o líquido amniótico quando está mais doce e faz caretas quando está amargo, sente amor e dor, desde as seis semanas, foge do abortador, enquanto tem pernas, carrega a mãe de penas, quando não chega a nascer, condenada pelo horror do pai, pelo patrão da mãe, pelos avós que deixa sós, pelos sogros prospectivos desta sociedade sem tios.

Hoje lembrámos a menina desconhecida, morta numa guerra que nunca foi dela, no meio de dores com 8 semanas de Terra.
Lembramos a mãe da menina, a quem a lei protegia, a quem o Estado abandonou, a quem ofereceu um aborto, a quem em sangue tramou.
Lembramos o pai da menina que seduziu, acarinhou, sugeriu, pediu, mentiu amor para sempre em troca de um aborto agora, chantageou, ameaçou, agrediu, arrastou, obrigou, forçou, pagou e sangrou, a sua própria filha, que dormia e sonhava enquanto brincava.

Lembramos quem matou a infâmia das raças sem direitos; das mulheres sem direitos.
Porquê a infâmia das idades sem direitos?

Ninguém responde?

Lisboa, 25 de Março de 2009
(Miguel Trigueiros)
Contacto para a Comunicação Social: 968574575
Website: www.juntospelavida.org

Partilha

Share/Bookmark

Dia 25 - todos em Fátima a rezar pela Família



Pedimos para divulgar esta iniciativa junto de tantos quanto conseguir.
Pedimos a sua presença, nesta noite de Oração no dia em que se comemoram os 25 anos da consagração do Mundo ao Imaculado Coração de Maria e no ano em que se comemoram os 50 anos do Cristo Rei.
ACORDA FAMÍLIA!

Mais informações
cristonacidade@gmail.com
965 717 558 Joana Brito Fontes
917 887 202 Fernanda Mendes
936 320 085 Leonor Ameal

Partilha

Share/Bookmark

O Papa e a Sida

Grande clamor provocaram as palavras de Bento XVI sobre o preservativo e a sida. Já seria de esperar. Uma resposta a um jornalista tem mais destaque do que vários discursos que contêm o que da sua mensagem é mais relevante. Mas desta vez não são apenas os jornais a criticar o Papa, são ministros de governos europeus, que o acusam de insensibilidade perante o flagelo da difusão dessa doença.

Uma acusação profundamente injusta, porém.

O Papa não ignora os males da difusão da sida. Apontou um remédio (disso não falam os jornais) não só moralmente mais correcto, mas mais eficaz. A educação e alteração de comportamentos, a abstinência e a fidelidade, são caminhos que ninguém pode contestar como mais eficazes de combate a essa difusão. O preservativo não garante uma eficácia absoluta e as campanhas que o promovem como se fosse um “salvo-conduto” que torna inofensiva a promiscuidade criam uma segurança ilusória e contraproducente. A experiência do Uganda, o país africano com mais sucesso neste âmbito, que optou por campanhas que privilegiam a alteração de comportamentos, demonstra-o. Também me recordo de ter ouvido uma vez uma religiosa moçambicana dizer que, apesar de promoção do uso de preservativos chegar a todos os cantos do seu país (a ponto de não saber o que seria possível fazer mais no sentido dessa promoção), a difusão da doença não deixa de aumentar.

Parece-me muito pouco respeitoso – direi até ofensivo – para os povos em questão dizer que não é realista apelar à abstinência e fidelidade da população e juventude africanas em geral. Como se os africanos tivessem uma menor capacidade de dominar os seus instintos, capacidade que nos define como pessoas. Também neste aspecto a experiência do Uganda revela o contrário.

E se há grupos da população indiferentes a esse apelo do Papa, também esses grupos serão certamente indiferentes ao juízo moral que o Papa possa fazer sobre o uso do preservativo.

A Igreja Católica é a instituição que, à escala mundial, mais se tem dedicado à assistência às vítimas da sida. Em África tem-se destacado, entre muitas outras, a acção da Comunidade de Santo Egídio (o movimento a cujos esforços diplomáticos se ficou a dever o fim da guerra civil em Moçambique), que procura tornar tratamentos antiretrovirais acessíveis a todos os doentes.

Governos tão reticentes a “abrir as mãos à bolsa” quando se trata de apoiar o desenvolvimento de África (mesmo contra compromissos já assumidos) talvez não tenham muita autoridade para criticar a Igreja, que, com menos recursos, talvez faça mais do que qualquer deles pela promoção da saúde neste continente.

Pedro Vaz Patto

Partilha

Share/Bookmark